DEFINING MOMENTS

Love at First Slide – PowerPoint Live 2009 – Atlanta USA

SOAP
498 views

(Portuguese version below)

 

“Love at first sight“. A cliché that is pure truth. Our brain is trained to better remember what it sees first. The first kiss, the first bra (an old, famous and remarkable campaign in Brazilian TV), and …  the first slide

 

You tend to favorably retain “the first”. The first slide of a presentation is a resource to create interest. It is the beginning. The first scene of a movie will determine whether you will change channels, or go all way to the end.

 

In the conference we participated in Atlanta, Power Point Live 2009, Carmem Taran, Managing Partner at Rexi Media, gave a speech about the importance of the first slide.  The title?  “Love at First Slide.” An unavoidable feeling that started with that very same title.

 

Some of her hints for the first slide:

 

–          Use images that bring up tension and suspense. It has the audience creating an expectation for what will follow

 

–          Contrast facilitates decision taking. “Life would be very sad without contrast”. Not only color contrast, but concept contrast. Chaos vs Order.

 

Have a quick sneak of her amazing speech, below the Portuguese version.

 

________

 

O primeiro slide ninguém esquece!

 

“A primeira impressão é a que fica”. Apesar de clichê, é pura verdade. Nosso cérebro está acostumado a se lembrar com mais facilidade daquilo que vê primeiro.

O primeiro beijo, o primeiro sutiã, o primeiro slide!!

 

A retenção do “primeiro” tende a ser maior. O primeiro slide de uma apresentação é um dos recursos que temos para criar interesse. É o começo da nossa história. A primeira cena de um filme irá determinar se vamos mudar de canal ou continuar até o final.

 

No congresso que participamos em Atlanta, USA, PowerPoint Live 2009, Carmem Taran fez uma palestra sobre a importância do “First Slide”. Co-fundadora da empresa Rexi Media, o foco dela é em comunicação e design. E já atuou para empresas nos EUA, Canadá, Tailândia, China e Japão.

 

Vejam um trecho da palestra da Carmen Taran: